Foto: Divulgação

P U B L I C I D A D E

Os cerca de 29 mil alunos de creche até a educação de jovens e adultos das escolas de Itapevi (SP), na Região Metropolitana de São Paulo, recebem alimentação vegetariana às segundas-feiras. Trata-se do programa “Segunda Verde”, uma parceria entre o município, a RC Nutry, empresa responsável pela alimentação das crianças, com a Sociedade Vegetariana Brasileira (SBV).

O Segunda Verde foi inspirado pela campanha Segunda Sem Carne, organizada pela SVB. O projeto busca fornecer às crianças opções de proteínas vegetais semelhantes às carnes, com concentrações maiores de fibras e nutrientes.

P U B L I C I D A D E

O objetivo é investir na saúde dos estudantes e, ao mesmo tempo, incentivá-los a cuidar do meio ambiente e dos animais. A redução do consumo de alimentos de origem animal corrobora com a prevenção de doenças crônicas, como diabetes, e de problemas cardiovasculares, além de reduzir a possibilidade do desenvolvimento de alguns tipos de câncer e ajudar no controle do peso. Também calcula-se que eliminar o consumo de alimentos de origem animal por um dia economiza, por exemplo, 3.400 litros de água.

P U B L I C I D A D E

Dentre as opções servidas na escola estão: hambúrguer de feijão, quibe de abóbora, lentilheza (macarrão com lentilha) e polenta com folhas verdes. Baixe aqui o livro de receitas do programa Segunda Verde. 

P U B L I C I D A D E