Nutricionista quer mostrar como percorrer o Caminho de Santiago sem consumir produtos de origem animal (Foto: Divulgação)

P U B L I C I D A D E

Por conta da pandemia do coronavírus, a nutricionista vegana Sheila Wehling adiou o projeto Uma Vegana no Caminho. Nesta sexta-feira (13), ela anunciou o cancelamento da viagem que pretende percorrer o Caminho de Santiago de Compostela, mostrando opções de alimentação, vestimentas e acessórios sem o uso de ingredientes de origem animal. O início do percurso seria em maio, mês em que ela completa 50 anos.

Nova data para o projeto, que inclui a gravação de um documentário sobre a trajetória vegana em uma das mais famosas peregrinações do mundo, está sendo estudada. “Estamos acompanhando os acontecimentos na Espanha. A Igreja de Santiago de Compostela e vários albergues foram fechados até segunda ordem. Por isso, decidimos adiar o projeto”, explicou Sheila.

P U B L I C I D A D E

Segundo a nutricionista, a ideia de mostrar as possibilidades veganas do Caminho de Santiago de Compostela surgiu após conhecer pessoas que encontraram dificuldades em se alimentar sem ingredientes de origem animal ao longo da peregrinação. “Com os alimentos que encontrar, quero oferecer opções saudáveis e nutritivas, que garantam a energia necessária para cumprir essa jornada de mais ou menos 35 dias com disposição e saúde”, explica.

Para viabilizar parte do projeto, Sheila lançou uma campanha de financiamento coletivo na internet. As cotas de apoio, que iniciaram a partir de R$ 35, podiam ser trocadas por e-books de receitas veganas, produtos de parceiros, participação nos créditos do documentário ou levar um workshop com a nutricionista para dentro da empresa. Todas as pessoas que colaboraram com o financiamento coletivo para a realização do projeto, terão o dinheiro devolvido. Dúvidas e mais informações podem ser obtidas aqui.

P U B L I C I D A D E