Foto: freeimages.com

P U B L I C I D A D E

Um estudo publicado na revista Natural Climate Change concluiu que o sistema de agricultura mundial poderá estar absorvendo mais carbono do que libera, em 2050. Para que isso aconteça, é necessário que países desenvolvidos e subdesenvolvidos modifiquem os seus sistemas de produção e que as pessoas reduzam o consumo de carne e derivados de animais.

A pesquisa avaliou que essa situação só seria possível se um quinto das pessoas nos países ricos adotassem dietas próximas ao veganismo e jogassem fora um terço a menos da quantidade de comida que é desperdiçada hoje. Aliado a isso, deveria ser oferecida assistência a países emergentes no sentido de preservar suas florestas e recuperar seus solos. De uma forma geral, é preciso investir no plantio de árvores e em práticas mais conscientes de agricultura e pecuária.

P U B L I C I D A D E

O estudo se baseou nas metas definidas pela cúpula global no Acordo de Paris, em 2015. Os dados estudados concluíram que essas medidas contribuiriam muito para a redução das emissões de gases estufa e aproximariam a realidade global das metas estabelecidas pelo Acordo.

Ao jornal inglês The Guardian, a cientista Stephanie Roe, pesquisadora da Universidade de Virgínia e autora da pesquisa, declarou que “estudos recentes sobre o estado das nossas florestas e sistemas alimentares mostram uma falta de progresso preocupante no setor de terras, e a nossa janela de oportunidade para cumprir o Acordo de Paris está diminuindo. Contudo, eu continuo otimista porque nós temos todas as ferramentas necessárias, assim como aumentar a pressão e vontade política de mudar as coisas

P U B L I C I D A D E