Foto: José Dias/PR

P U B L I C I D A D E

O presidente Jair Bolsonaro se reuniu com o príncipe da Arábia Saudita, Mohammed bin Salman, para discutir financiamentos para a construção de uma “Cancún” em Angra dos Reis. O projeto segue com a ideia de campanha do presidente de acabar com a reserva ecológica de Tamoios, na região.

Em reunião com o líder saudita, em companhia do rei da Jordânia Abdullah II, do primeiro-ministro da Índia Narendra Modi e do assessor especial dos Estados Unidos Jared Kushner, o presidente expressou suas pretensões de transformar a região num parque de resorts e turismo. “Eu propus ao príncipe herdeiro investimento na baía de Angra para nós a transformarmos numa Cancún. Depois de uma explanação, ele falou que está pronto para investir na baía de Angra. Mas isso passa por um projeto para revogar um decreto ambiental”, disse Bolsonaro à BBC News. A revogação do decreto depende de aprovação no Congresso.

P U B L I C I D A D E

Gilson Machado Neto, presidente da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), declarou, no domingo (27), a uma plateia de empresários que “nós temos uma joia chamada região de Angra dos Reis. Temos mais de 300 ilhas, prontas para investimentos. Pronta para os senhores chegarem e construírem resorts, levarem navios cruzeiros. Estamos destravando essa burocracia e temos a maior vocação do mundo para cruzeiros marinhos”.

Após a reunião na terça-feira (29), Bolsonaro confirmou o investimento de 10 bilhões de dólares pela Arábia Saudita no Brasil. O presidente afirmou se sentir aliado ao príncipe saudita, que é acusado pela CIA de estar envolvido no assassinato do jornalista Jamal Khashoggi, do Washington Post, na embaixada saudita da Turquia. Mohammed nega o evolvimento. Bolsonaro disse que “criou-se uma amizade entre nós que não é de agora e nos faz ficar mais abertos a conversar (sobre) esse tipo de negócio”.

P U B L I C I D A D E

A Estação Ecológica de Tamoios foi criada em 1990, em decreto assinado pelo então presidente José Sarney. A reserva fazia parte do projeto de instituição das usinas nucleares Angra I e Angra II, para cumprir a exigência de que as usinas deveriam estar localizadas em áreas de reserva ecológica. A Estação abrange 29 ilhas e ocupa 5,7% da região da Baía de Ilha Grande, onde fica Angra dos Reis. É uma área de proteção integral, o que significa que atividades como mergulho, navegação, pesca e construção estão proibidas. Em 2012, Bolsonaro foi multado pelo Ibama por pesca ilegal no local. Calcula-se que hoje vivem lá cerca de 10 espécies marinhas em extinção.

P U B L I C I D A D E