P U B L I C I D A D E

O ano de 2021 se encerra com uma ofensiva de negacionistas contra a campanha Segunda Sem Carne, um movimento que desde 2003 vem incentivando as pessoas a reduzirem o consumo de carnes às segundas-feiras. O objetivo é diminuir as emissões de gases de efeito estufa, já que a pecuária gera muito metano, gás pelo menos 20 vezes mais poluente que o gás carbônico (CO2).

Segundo relatório da Nações Unidas (ONU), apresentado em Glasgow em novembro deste ano na COP 26, proteína bovina é apontada como o alimento que mais contribui para emissões de gases do efeito estufa e desmatamentos na Amazônia e no Cerrado.

Cientistas do mundo todo já debatem como tornar a atividade mais sustentável, tanto que um dos acordos da COP 26, inclusive assinado pelo Brasil, prevê a redução de 30% de metano na atmosfera até 2030.

Portanto, quando uma propaganda de um aplicativo para incentivar a redução do impacto no planeta incentiva diminuir o consumo de carne deveria ser louvada. Mas não foi o que ocorreu com o Bradesco, que está sendo atacado nas redes por negacionistas que tentam desinformar sobre o aquecimento global, financiados por ruralistas, que detém de muito poder e dinheiro no país.

Com exportações batendo recordes e uma bancada no Congresso que representa muito bem seus interesses, o setor se sentiu muito incomodado de um banco incentivar a redução do consumo de carne apenas um dia por semana.

A Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB) estima que o impacto ambiental positivo gerado deixando apenas um dia de consumir alimentos de origem animal é de menos 14 kg de CO2 emitidos na atmosfera e 3400 litros de água.

Além de cancelarem o banco, que acabou voltando atrás e culpando o marketing, negacionistas e pecuaristas estão marcando churrascos em frente às agências na próxima segunda (3/1), no que estão chamando de Segunda Com Carne.

Infelizmente neste momento em que vemos fenômenos climáticos extremos, como chuvas torrenciais na Bahia, negacionistas estão aí com toda força para negar as mudanças climáticas e atacar boas práticas em prol do meio ambiente.

A campanha Segunda Sem Carne é realizada por ativistas de vários países do mundo. Por aqui, essa polêmica envolvendo o Bradesco e ruralistas mostra que a luta será árdua pela defesa do meio ambiente. Ou teremos o país que um setor dos ruralistas deseja: desmatado, com rios poluídos e muito boi para exportação. Afinal de contas, por aqui o consumo per capita de carne é o menor dos últimos 25 anos.

P U B L I C I D A D E

Jornalista, vegetariana desde criança quando descobriu que carnes, na verdade, eram animais mortos. Cresceu ouvindo as perguntas "mas o que você come" e "como você substitui". Hoje fica muito feliz com o crescimento do veganismo. É editora do Portal Veg.