Reprodução/Twitter

P U B L I C I D A D E

O Sindicato dos Trabalhadores Rurais (STTR) do Maranhão recebeu a denúncia de que o cerrado de Mata Roma, no leste do estado, estava sendo desmatado com uso de “correntão”. A prática consiste em arrastar árvores inteiras com uma corrente puxada por dois tratores.

Os representantes do sindicato estiveram no local e filmaram a ocorrência. A gravação foi compartilhada pelo advogado Diogo Cabral no Twitter nesta sexta-feira (21). Segundo ele, o caso ocorreu entre as comunidades Riachão e Bom Jardim, em Mata Roma. O desmatamento também está ocorrendo em cabeceiras de córregos da região.

P U B L I C I D A D E

No método do “correntão”, as correntes são fixadas em dois tratores, que arrancam toda a vegetação do local e também colocam em risco a fauna da região. Com esse método, é possível desmatar até dez campos de futebol por dia.

Houve várias tentativas, nos últimos anos, de proibir o “correntão” para o desmatamento. O equipamento chegou a ser proibido no Mato Grosso para a supressão de vegetação pelo Decreto Estadual nº 420, de 05 de fevereiro de 2016, sendo considerado crime ambiental. Outro decreto legislativo, de julho do mesmo ano, sustou os efeitos da legislação.

P U B L I C I D A D E

Luísa Fragão
Jornalista e estudante de Ciências Sociais na FFLCH-USP. Vegetariana desde os 16 anos. Acredita que a vida sem crueldade animal é muito mais ética, sustentável e saudável. É subeditora do Portal Veg.