Foto: Instagram/ @grethathunberg

P U B L I C I D A D E

O termo “greve do clima” é a expressão do ano para o dicionário Collins. Todos os anos, o dicionário escolhe uma palavra de destaque em relação aos acontecimentos mais importantes.

O termo tem relação com uma forma de protesto iniciada pela jovem ativista sueca Greta Thunberg, que se popularizou no último ano e se transformou em um movimento mundial.

P U B L I C I D A D E

A estudante, que começou o movimento ao se mobilizar com cartazes na escola ao longo das aulas de sexta-feira, é responsável pelo início do “Fridays For Future” (Sextas-feiras Para o Futuro), que se tornou um protesto mundial. Greta ganhou notoriedade no cenário político e fez um discurso marcante no Encontro de Cúpula sobre ação climática da ONU.

O primeiro registro dessa expressão ocorreu em 2015, quando o primeiro movimento com esse nome aconteceu na Conferência do Clima da ONU, em Paris. Entretanto, foi ao longo de 2019 que movimentos como esse se tornaram frequentes ao redor do mundo e ganharam popularidade. O Collins observou um aumento do termo em 100 vezes neste ano em relação aos anteriores.

P U B L I C I D A D E