Garimpo em área indígena na Amazônia - Reprodução

P U B L I C I D A D E

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) divulgou uma pesquisa nesta quinta-feira (27) que mostra que 83% dos brasileiros estão insatisfeitos com a preservação da Amazônia. Além disso, a maioria reconhece que houve um aumento no desmatamento e diz ser favorável a endurecer punições.

Sobre a importância da floresta, 37% dos entrevistados disseram que a região é o “pulmão do mundo” e fundamental para a qualidade do ar. Outros 35% afirmaram que a floresta é “a maior riqueza natural do Brasil” e 12% que o bioma é estratégico para a “manutenção do equilíbrio do clima”.

P U B L I C I D A D E

A pesquisa também registrou que, para 70% dos brasileiros, o governo e os madeireiros têm “muita responsabilidade” em relação ao desmatamento da Amazônia. Para 44%, as queimadas e o desmatamento são o maior problema enfrentado pela floresta. O garimpo ilegal, a grilagem de terras e o tráfico de drogas e armas foram apontados, cada um, por 12% da população como maiores desafios à preservação das matas.

Entre os sentimentos que a atual situação do bioma evocam, o que mais apareceu foi tristeza (24%), seguido por indignação (17%), esperança (17%) e medo (11%).

P U B L I C I D A D E