P U B L I C I D A D E

As atletas de vôlei Macris Carneiro, do Itambé/Minas (MG), e Carol, do Dentil/Praia Clube (MG), foram convocadas para a seleção brasileira de vôlei. Ambas veganas, elas vão representar o Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio, marcados para começar no dia 23 de julho.

Macris é chamada como “fada vegana do vôlei” e aboliu animais da sua vida em 2017. “Sempre tem esse desconhecido que assusta. Conforme as pessoas foram vendo que eu não tinha nenhuma perda física, pelo contrário, estava super bem, elas foram se informando mais. Tem vários documentários que quebra esse mito sobre a questão das proteínas, que só pode obter pela carne ou pelas proteínas animais. E não é uma verdade”, disse a atleta ao Globo Espetacular.

P U B L I C I D A D E

Carol afirmou em uma publicação do Instagram do ano passado que se soubesse dos benefícios do veganismo para sua saúde e para o ambiente teria adotado o estilo muito antes. “Se eu soubesse antes do benefício para meu corpo e o impacto ambiental positivo que traria, teria começado há mais tempo. Desde que me tornei vegana, há quase dois 2 anos, me sinto muito bem fisicamente e espiritualmente. Nossa rotina de atleta profissional é muito estressante para o organismo, mas podemos equilibrá-lo com a quantidade de energia certa vinda de uma alimentação saudável, e assim melhorar a forma física para encarar todos os jogos e campeonatos”, contou.

“Eu me tornei muito mais consciente em relação à alimentação – por ser uma atleta profissional – após virar vegana. Procuro saber o que é nutritivo ou não para meu corpo e me alimento muito bem. Antes, eu fazia algumas restrições, deixando de comer algo para não engordar e isso me trazia inflamações no corpo, baixa de energia dentre outros. Hoje, além de comer muito bem aprendi a gostar do meu corpo de atleta, e tem até um espaço no meu coração para as celulites rs, que são gorduras que serão usadas pelo meu organismo da forma certa, sem sobrecarregar meus músculos. E claro, a conscientização também passa pelo respeito aos animais e o meio ambiente. Somos seres interligados, precisamos uns dos outros para vivermos bem. Respeitar todas as formas de vida te ajuda a entrar em sintonia com você mesmo e o universo. Essa consciência alimenta a esperança de que um dia o mundo será mais equilibrado em relação a tudo e todos. Eu penso e sinto assim”, escreveu Carol.

P U B L I C I D A D E

Atletas das mais variadas modalidades hoje são adeptos a uma alimentação livre de carnes e até mesmo de quaisquer produtos de origem animal – seja por empatia aos animais, busca por uma vida mais saudável ou até mesmo para aprimorar o desempenho profissional.

Leia também: Cinco atletas de diferentes modalidades que aderiram ao veganismo

P U B L I C I D A D E