Tammy Galera (Reprodução)

A atleta de saltos ornamentais Tammy Galera, que busca uma vaga para os Jogos Olímpicos de Tóquio, disse em live da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) que aproveitou o período de quarentena em meio à pandemia de coronavírus para parar de comer carnes, além de começar a praticar meditação.

Tammy revelou que já vinha pensando em realizar a mudança no começo do ano, depois que assistiu um documentário sobre o tema. No entanto, com a rotina de treinos e a proximidade de competições, decidiu postergar.

“No início do ano, eu assisti um documentário sobre vegetarianos e vi que fazia sentido para um melhor rendimento como atleta. Como eu não tenho problemas para comer, eu decidi tentar. Mas a minha nutricionista disse que por estar perto do Sul-Americano, poderia modificar muito meu corpo. Então eu deixei quieto. Aí veio a quarentena e me deu o tempo”, comentou.

A atleta também conta que começou a praticar meditação neste período de isolamento social. “Um mês antes da quarentena eu comecei a fazer um trabalho de meditação para melhorar a minha concentração e também a respiração. Foi uma tentativa meio em cima da hora, faltava pouco para o Campeonato Sul-Americano. Como ele acabou sendo adiado, eu comecei e agora tenho tempo de sobra para praticar,” contou.