Indígenas do povo Guarani Mbya no Pico do Jaraguá (Reprodução/Facebook)

Focos de incêndio atingiram a região de Mata Atlântica do Pico do Jaraguá neste domingo (21), afetando parte da aldeia guarani Tekoa Itakupe. Com a devastação da floresta, lideranças indígenas do local anunciaram que vão lançar uma campanha de arrecadação de mudas de árvores para reflorestar a região.

De acordo com a artista Tamikuã Txihi, da Tekoa Itakupe, o ideal é que as mudas sejam nativas da Mata Atlântica ou frutíferas. Ela destaca ainda a importância das árvores já apresentarem um tamanho maior, de 40 cm a um metro, para facilitar o cuidado das mesmas no local. As lideranças lançarão em breve mais informações sobre como colaborar com as doações.

Ao todo, foram cerca de 13 horas de incêndio no local. O fogo só foi vencido na madrugada de segunda-feira (22), após esforço coletivo do povo guarani. Em entrevista a Caroline Oliveira, do Brasil de Fato, lideranças contam que usaram galhos de árvores e facões para acabar com o incêndio.

Segundo Mateus Wera, nenhuma autoridade ou órgão responsável agiu efetivamente para conter o incêndio. Foram mais de 100 ligações para o Corpo de Bombeiros da Polícia Militar do Estado de São Paulo e transmissões ao vivo com pedidos de socorro.