Foto: Pixabay

O primeiro ano do governo de Jair Bolsonaro foi marcado por um índice histórico de importação de agrotóxicos. Nunca antes o Brasil importou tantos pesticidas como em 2019: quase 335 mil toneladas de inseticidas, herbicidas e fungicidas desembarcaram no país de janeiro a dezembro.

Segundo reportagem do jornal Folha de S.Paulo, o volume é 16% maior do que em 2018 e é recorde para a série histórica iniciada em 1997, de acordo com dados do Ministério da Economia.

Nesta segunda-feira (2), o Ministério da Agricultura, sob comando de Teresa Cristina, autorizou o uso de 16 novos agrotóxicos por agricultores no Brasil. Esta é a segunda leva de liberações feitas em 2020. Na semana passada, a pasta já havia autorizado outros 32 pesticidas no país.

Dos 16 agrotóxicos liberados nesta segunda-feira, apenas dois são orgânicos e 14 se enquadram como defensivos químicos. Ainda, 15 deles são produtos genéricos, ou seja, possuem fórmulas já disponíveis no mercado.