Foto: Divulgação/Senasa

O Ministério da Agricultura concedeu, nesta terça-feira (30), autorizações emergenciais para uso de inseticidas biológicos contra a nuvem de gafanhotos que se aproximou do país.

Medida vem após a pasta declarar estado de emergência fitossanitária em áreas de produção agrícola no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina. Contudo, de acordo com reportagem do G1, o ministério considera pouco provável que os insetos avancem pelo território brasileiro.

A aplicação do inseticida à base de “Beauveria bassiana” e “Metarhizium anisopliae” foi autorizada para uso contra gafanhotos da espécie “Schistocerca cancellata”. A aplicação ocorre por via terestre, por meio de tratores, ou aérea.

Plantações de milho, soja, café e algodão estão entre as que poderão utilizar esses produtos.

A nuvem de gafanhotos atualmente se desloca pela Argentina, seguindo na província de Corrientes. Por conta das chuvas que ocorreram no país vizinho na segunda-feira (29), técnicos do governo afirmam que os insetos não devem percorrer grantes distâncias no país.