Ariel Rosenfeld (Reprodução)

O maratonista vegano Ariel Rosenfeld venceu na última semana a maior e mais importante ultramaratona de Israel, percorrendo 228 km em 24 horas de corrida. Com essa distância, Rosenfeld bateu o recorde de seu país, que era menos de 200 km.

Ao jornal Great Vegan Athletes, Rosenfeld disse que se tornou vegetariano em 2011 e vegano em 2012. “Vi o vídeo do Gary Yourofsky e isso colocou um espelho diante de mim”, explicou, citando o ativista norte-americano que tem como uma de suas principais causas a defesa dos animais.

Segundo o atleta, que hoje é considerado um dos maiores maratonistas da história de Israel, 90% da sua dieta é baseada em frutas, legumes, verduras e uma modesta quantidade de cereais e oleaginosas. “A quantidade depende muito do meu volume de treinamento”, afirmou.

“No começo, os outros não entendiam como eu poderia viver assim. À medida que as pessoas me conhecem melhor e veem meu rápido tempo de recuperação e minha capacidade de treinamento, algumas delas também se tornam veganas”, acrescentou.

Ariel Rosenfeld enfatiza que, para ele, sua escolha por ser vegano não é justificada pelo esporte que pratica, mas sim pela defesa dos animais. “Me tornei vegano para parar de contribuir com a morte e com o uso de animais. Não esperava me tornar um melhor atleta. Foi um grande bônus e uma surpresa pra mim, e minha carreira como corredor evoluiu desde então.”