Reprodução

O ex-morador de rua Gabriel Guimarães, 33 anos, abriu um restaurante vegano em São Paulo e hoje ajuda a alimentar pessoas em situação de vulnerabilidade. Desde o início de sua trajetória como empreendedor no Humus Gourmet, Gabriel conta que já tinha em mente o projeto de doar refeições diariamente para ajudar moradores de rua.

“Da janela do meu apartamento eu vi eles lá. Fiz a quentinha e levei pra eles porque eu me preocupava, sei que é difícil conseguir doação e ainda mais na pandemia“, disse em entrevista ao Razões para Acreditar. “Eu espalhei no bairro que, se tivesse alguém que chegasse pedindo, podia mandar para o meu restaurante que ele seria tratado bem“, continuou.

Gabriel começou a empreender no veganismo fazendo entregas por delivery através de um aplicativo. No início, ele vendia apenas um prato por dia, número que foi aumentando com o passar do tempo. Depois, o jovem alugou uma loja para começar o restaurante físico com a namorada, Marília, e uma amiga, Rafaela. Na época, ele tinha apenas R$ 712 para investir no restaurante.

Ele conta que, no Humus Gourmet, moradores de rua são sempre bem recebidos. “A pessoa entra, escolhe o que quer, se tiver restrição alimentar pode pedir para retirar algum ingrediente e é servido como qualquer cliente”, afirma.

“É pra todo morador de rua que pedir, um espaço para ele sentar e comer. Meu público-alvo é aquela pessoa que se preocupa com o ser humano, então consigo botar o morador de rua no meu restaurante do lado de um cliente pagante”, continuou.

Com o tempo, Gabriel criou um projeto para incluir seus clientes no projeto de doação de refeições. Os clientes passaram a contribuir com R$ 10 para pagar pela refeição das pessoas que vivem na rua.

Confira: