Dieta plant-based pode ajudar no tratamento de Artrite Reumatoide, diz médico

P U B L I C I D A D E

De acordo com o médico Marcelo Fiszman, uma dieta vegetariana pode ajudar no tratamento de Artrite Reumatoide. Em post publicado no Instagram da Associação Brasileira de Médicos Vegetarianos, ele explica a relação com base em um artigo científico divulgado em novembro.

A Artrite Reumatoide é uma doença autoimune e atinge cerca de 1% da população mundial. Segundo escreveu Fiszman, o seu desenvolvimento está ligado a baixas concentrações de ácidos graxos de cadeia curta e pouca variedade da flora intestinal.
Os ácidos graxos de cadeia curta estão associados à boa conservação das células do intestino. A falta de diversidade da flora intestinal pode levar a baixas concentrações desses elementos, o que permite a entrada de microorganismo na corrente sanguínea, iniciandos os processos inflamatórios em pacientes com Artrite.

P U B L I C I D A D E

Nesses pacientes, inclusive, a flora não apenas carece de diversidade como é dominada pela bactéria Prevotella copri, que diminui a incidência de espécies anti-inflamatórias no organismo.

Uma dieta vegetariana, composta por grãos, legumes e vegetais, pode ajudar a aumentar a quantidade de ácidos graxos de cadeia curta e a diversidade bacteriana nesses organismos, além de ajudar no aumento da incidência de bactérias benéficas. Portanto, pode ajudar no tratamento de pacientes com Artrite Reumatoide, cujo processo padrão é caro e medicamentoso.

View this post on Instagram

👥 A Artrite Reumatoide (AR) é uma doença auto-imune inflamatória crônica que afeta aproximadamente 1% da população mundial. . 🌱 O tratamento da AR é predominantemente medicamentoso e caro. Será que uma dieta predominantemente plant-based pode ajudar? Um artigo de revisão, publicado em novembro de 2019, aponta nessa direção. . ☝ Os ácidos graxos de cadeia curta particularmente o butirato, melhoram os danos no DNA dos colonócitos do nosso intestino. Um microbioma com falta de diversidade bacteriana pode resultar em concentrações mais baixas desses ácidos graxos de cadeia curta e portanto, prejudicar a barreira intestinal, permitindo a entrada de patógenos na corrente sanguínea e induzir uma resposta inflamatória sistêmica em pacientes com AR. O microbioma de pacientes com AR não apenas carece de diversidade microbiana, mas são dominados pela Prevotella copri. Essa espécie bacteriana diminui ainda mais a quantidade de bactérias anti-inflamatórias da nossa flora como por exemplo Ruminococcus, Bifidobacterium, e Lactobacillus. . 🥦Uma dieta vegana (whole food plant-based diet) composta de frutas, grãos integrais, legumes e vegetais (e portanto com bastante fibra alimentar), pode melhorar os sintomas de AR. Os mecanismos propostos são justamente por aumentar os níveis de ácidos graxos de cadeia curta como o butirato, aumentar a diversidade do microbioma, e aumentar bactérias benéficas. A consequência disso é a redução da inflamação sistêmica em pacientes com Artrite Reumatoide. . 🙏 Considere o veganismo plant-based se você tem Artrite. . ✍🏻Dr. Marcelo Fiszman CRM-RJ 52 53306 0 @medclinic_vegan . Referência: Alwarith J, et al. Nutrition Interventions in Rheumatoid Arthritis: The Potential Use of Plant-Based Diets. A Review. Front Nutr. 2019 Sep 10;6:141. doi: 10.3389/fnut.2019.00141.

A post shared by Médicos Vegetarianos (@medicosvegetarianos) on

P U B L I C I D A D E

P U B L I C I D A D E