P U B L I C I D A D E

De acordo com dados do Google Adwords, o número de pesquisas no buscador relacionadas ao veganismo cresceu 47% apenas em 2020 em comparação com o ano anterior. Uma pesquisa desenvolvida pela empresa britânica Thortful já havia revelado que houve um aumento de mais de 2000% nas buscas globais por comida vegana no Google, de outubro de 2015 a outubro de 2020.

Segundo os dados do Google, janeiro é o mês com maior procura. Para o site VegNews, seria influência das buscas pela iniciativa Veganuary, que inspira as pessoas a se tornarem veganas no mês de janeiro e envolve 120 países.

Estudo do Chef’s Pensil, que reúne chefs que compartilham receitas, mostra que a cada ano são feitas 10 milhões de buscas por produtos não alimentares veganos, como sapatos, cosméticos, bolsas, couro e sabão em pó.

O Chef’s Pencil também mapeou os principais países com maior concentração de veganos. O Reino Unido é o campeão. A Austrália ficou em segundo lugar, Israel em terceiro, Nova Zelândia em quarto e a Áustria em quinto.

P U B L I C I D A D E

Somente neste ano cerca de 6,5 milhões pretendem deixar de consumir carnes e adotar uma dieta vegana, vegetariana ou apenas com peixe. É o que mostra uma pesquisa realizada pela finder.com. Leia aqui.

P U B L I C I D A D E

Dri Delorenzo
Jornalista, vegetariana desde criança quando descobriu que carnes, na verdade, eram animais mortos. Cresceu ouvindo as perguntas "mas o que você come" e "como você substitui". Hoje fica muito feliz com o crescimento do veganismo. É editora do Portal Veg.